Notícias

Faculdade SMG realizou ciclo de pesquisas em ciências contábeis



 

Maringá, 30|11|2017

A Faculdade SMG realizou entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro o II Ciclo de Pesquisas em Ciências Contábeis. A cerimônia de abertura foi prestigiada por lideranças do segmento contábil e autoridades de órgãos públicos de arrecadação e fiscalização entre elas o presidente do Sincontábil, Ailton Marques Filho, o delegado do Conselho Regional de Contabilidade em Maringá, Glicério Rampazo, o diretor do escritório regional do Sescap em Maringá, Antonio Romero Filho, o analista tributário da Receita Federal, Marcos Luchiancenkol, que ministrou a palestra da noite sobre cidadania fiscal, a coordenadora do programa Nota Paraná, Marta Gambini e o secretário de Fazenda de Maringá, Orlando Chiqueto, além do diretor da faculdade, Edvaldo Soares e a coordenadora do curso de ciências contábeis, Denisa Maria Borçato.

Glicério saudou os acadêmicos e ressaltou a importância do ciclo de estudos para gerar conhecimento. "São vocês que fazem a faculdade, não é a faculdade que faz vocês. Vivemos um período de muitas transformações e a expectativa é que vocês, futuros profissionais, possam convencer os empresários a aceitar as mudanças que estão acontecendo. Os empresários novos aceitam mais as mudanças. O CRC não existe apenas para fiscalizar, mas também para ajudar no desenvolvimento profissional de todos," disse aos estudantes.

Orlando Chiqueto falou sobre a vocação de Maringá para o desenvolvimento da indústria limpa e a importância do segmento de serviços na economia da cidade. "Maringá é muito forte na indústria da tecnologia da informação, estamos exportando profissionais para outras regiões do país e o ramo de serviço educacional é o quarto em arrecadação no município. Parabéns a vocês por escolherem a profissão de ciências contábeis, que vocês tenham sucesso e possam colaborar proativamente para a nossa cidade."

Marcos Luchiancenkol falou sobre cidadania fiscal e citou o trabalho do Observatório Social de Maringá e dos NAF's - Núcleos de Apoio Fiscal instalados em instituições de ensino e que prestam atendimento gratuito à população. "O NAF faz um bom trabalho junto aos microempreendedores individuais, é uma boa oportunidade para vocês acadêmicos melhorarem a formação profissional e contribuírem para que outras pessoas também possam exercer a cidadania," disse.

Após a abertura houve encenação da peça teatral Auto da Barca do Fisco.

O ciclo prossegue hoje com uma palestra do vice-presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná, Laudelino Jochem, sobre o perfil do contador contemporâneo e as perspectivas para a profissão e amanhã com apresentações de trabalhos técnicos de professores e alunos.


Edvaldo Soares, diretor acadêmico da Faculdade SMG
Marcos Luchiancenkol falou sobre cidadania fiscal
Orlando Chiqueto Rodrigues destacou a vocação de Maringá para a industria limpa